Morre Carlos Neder, médico e fundador do PT, vítima da Covid-19

O médico e fundador do Partido dos Trabalhadores (PTCarlos Neder, morreu na noite de sexta-feira, 24, após complicações relacionadas à Covid-19. Neder tinha 67 anos e estava internado no hospital São Camilo, em São Paulo, desde 8 de agosto. Em nota oficial, o Coletivo Cidadania Ativa, do qual o médico fazia parte, confirmou a morte. O coletivo destacou que Neder “trilhou um caminho de lutas e sonhos” e “deixou seu legado na história do Estado de São Paulo, defendendo a educação, a ciência e a reforma agrária popular”. Foi informou ainda que não haverá velório do líder político devido à pandemia. “Que nossos pensamentos de paz e gratidão alcancem todos os familiares e amigos”, concluiu.

Carlos Neder nasceu em Campo Grande (MS), veio para São Paulo em 1970 e ingressou na Faculdade de Medicina da USP em 1973. Formou-se em 1979 e em agosto de 1980 assumiu como médico no Centro de Saúde de Cidade A. E. Carvalho, na zona Leste da capital paulista. Em 1985, ele foi diretor de Planejamento do Módulo de Saúde de Itaquera. Convidado pela prefeita Luiza Erundina, foi chefe de gabinete (1989-1990) e secretário de saúde (1990-1992). Neder foi eleito vereador pela primeira vez em 1996 e exerceu quatro mandatos na Câmara Municipal. Posteriormente, em 2005, assumiu pela primeira vez como deputado estadual, na condição de suplente em exercício, tendo sido reeleito para um terceiro mandato estadual na legislatura 2015-2018.

- Publicidade -

Jovem Pan

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Usamos cookies em nosso site para fornecer a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, concorda com a utilização de TODOS os cookies. Aceito